terça-feira, março 30, 2010

A propósito,


Imagem e Texto: CeciLia Cassal - Rio de Janeiro, Brasil

7 comentários:

Dalva Maria Ferreira disse...

Essa é mais uma daquelas perguntas sem resposta, porque a pergunta já é a própria resposta. Saudade!

Jacinta Dantas disse...

A resposta fica no ar, no movimento que faz a saudade, ah! saudade - a palavra sem tradução... a palavra sentimento.
Bjs

Mariana Chagas - NZ disse...

aaaaH saudades! E que saudades.

O Estranho e A Jornalista disse...

Vento que a qualquer momento mudará seu pensamento.
Vento que balança os cabelos da alma.
Vento que faz a dança dos trigais.
Vento! Vento!
Senhor que passa antes do tempo...

Saudade da eternidade, da imortalidade.
Movimento, pavimento, sentimento...

Paulo Bentancur disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Mara faturi disse...

Aiiiiiii, quero este "quadrinho poema" pra mim!!!!!!
Lindo!!!
Bjos saudosos!!!!!!!

Anônimo disse...

Grande e doce Cecilia:

há horas estou para elogiar - e imperdoavelmente não o fiz - o fato de produzires, além de belos e consistentes textos, em gêneros diversos, com forte tendência poética, também imagens, fotos que os valorizam porque elas próprias têm valor. Tens mãos firme e olhos tão velozes quanto capazes de saber parar. Parabéns, é o mínimo que posso dizer. E obrigado por esses quitutes que nos oferta ao espírito. Antes de te ler, tenso. Depois, aliviado. Na verdade, iluminado com o fim de penumbra que promoves. Beijo.

Júlia Martins da Costa (Campos de Goitacazes, RJ)